sexta-feira, 22 de maio de 2009

Desconfiança ou descrença?

Realmente essas viagens de ônibus pela cidade têm me rendido ótimas histórias. Como eu costumo dizer: "Certas coisas só acontecem comigo".

Enquanto eu esperava o cobrador terminar o bate papo dele para pagar e passar a catraca, um senhor de pouco mais de cinquenta anos, e que andava com dificuldade, parou atrás de mim e sorriu. Retribui o sorriso e fiz sinal com a mão para que ele passasse e se acomodasse. Ele disse que também precisava esperar pelo cobrador, pois sua passagem é especial de deficientes sendo necessária a validação do cobrador. Foi quando ele me perguntou:

- Quer economizar R$2,30?
- Claro! Como?

- Tenho direito a um acompanhante. Passo você como minha acompanhante e você não precisa pagar.
- Pode fazer isso?

- Sempre faço. Ando muito melhor hoje e não preciso mais de alguém me ajudando, mas o governo manteve esse benefício. Não tem problema nenhum, pode confiar.


Minha cabeça pensava em diversas segundas intenções que poderiam haver ali: assalto, estupro, sequestro, xaveco e por aí vai. Mas, por outro lado, seria bom não gastar R$2,30 por um serviço que não vale nem um real.

- Hoje em dia até pra fazer o bem está difícil - exclamou ele diante da minha hesitação.
- Se o cobrador deixar, então tudo bem. Eu agradeço - respondi ainda não muito convencida.


Você confiaria?

O cobrador chegou e cumprimentou aquele gentil bem feitor. Quando me viu parada ali ao lado o cobrador logo entendeu e me deixou passar. Fiquei mais tranquila. Realmente era um hábito inofensivo do senhor José (nome dele como eu vim a descobrir durante o curto espaço de tempo em que ele ficou dentro do ônibus e fomos conversando). Acho que no final ele só queria um pouco de companhia.

E eu continuei lá, me perguntando: o mundo de hoje está mesmo tão ruim que devemos desconfiar até das mais humildes intenções de um simpático senhor?

80 comentários:

Gabriela Castro disse...

O sentimento de desconfiança acabou tornando-se comum embora não devesse ser normal. Adorei o blog!
beijos

M. disse...

Putz!! O que vai dizer então qdo contar que entrei na facul aos 15 anos????

Entrei aos 15 e no meio do ano fiz 16.

Serei eu uma super, super, super nerd??? rsrrsr

Bjossssssssssssssssss.

nana disse...

Oi, td b? Vi seu blog no blog da Magui e resolvi fazer uma visita.
Muito interessante seu post pq jah me peguei refletindo sobre isso varias vezes. Bjs e fique com Deus. Passa no meu cantinho qdo puder, ta?!

Leandro disse...

Infelizmente no Brasil as coisas são assim. Garanto pra vc que não é dificil de acontecer esse tipo de coisa.

So' pra ter uma idéia, por aqui quando as pessoas descem do ônibus, normalmente eles dizem um "até logo e tenha um bom dia" para o motorista. Quais as chances disso acontecer no Brasil?

meus instantes e momentos disse...

passando para te desejar um ótimo final de semana.
Maurizio

Fernanda disse...

O onibus e o metro também são os meus lugares preferidos para reflexão...

Milena Buarque disse...

Nossa, texto muito reflexivo!
Pois é, o mundo está de tal forma que hesitamos em confiar em pessoas que nem deveríamos duvidar!
Adorei o texto!

Beijos,
Mi. ;*

Teilor disse...

Realmente as vezes ficamos tão desconfiados do mundo que acabamos não reconhecendo quando alguém quer apenas nos fazer uma boa ação.

Silas disse...

Desconfiar é sempre importante, e sinceramente quem hoje em dia dá carona a um estranho???

- Já viu aqueles filmes em que uma linda garota está com o carro quebrado na beira da estrada e para um gentil homem(com segundas intenções com a moça) e quem acaba se dando mal é o cara, porque o namorado amante dela companheiro e cabeça das grandes ações de assalto planeja roubar o carro do cara, com o aprendizado a mulher se desfaz do namorado e começa a atuar em roubos de carros sozinha.

Nossa, viajei.
Mas, em geral um cara sozinho de aparência inofensiva pode estar com um vigia na cola dele.

Porém, se o mundo fosse feito de pessoas super astutas para quanto a golpes e assaltos não viveríamos em uma democracia capitalista.E sim, em uma grande anarquia.

Não, há como não confiar, ou só confiar.

Quanto ao seu comentário sobre a palavra "alienado".
Eu também confesso que não gosto do suar da palavra. Porém a uso para definir aquela pessoa que acha que depende totalmente de algo para viver. Pessoas como nerd´s que dependem de tecnologia ou algo indecifrável para se entreter já que não consegue se divertir de modo natural, ou pessoas como o Cazuza que dependem de uma ideologia para levar para a vida toda, ao meu entender isso são pessoas alienadas.

Blue disse...

Vou dar minha opinião a respeito deste teu texto, bem escrito e relatado.
Mas, para mim tem uma mas nesta história. Não de desconfiança, mas de ser leal e correto. Se você não estava acompanhando o homem, ele não deveria ter oferecido a passagem de acompanhante.
Mas o nosso Brasil está neste estado por isso. Reflita e veja o que aocnteceu. Coisa simples, ninharia, por R$ 2,30 você e o gentil homem praticaram uma causa, digamos não nobre. Perdão, é minha opinião. Beijos

Flavih Jones disse...

Ow coisa horrivel.
Hoje em dia não podemos mais confiar em ninguem.
Desconfiar virou rotina.

Mas é bom saber q ainda tem pessoas fazendo boa ação sem segundas intenções.

Beijoo

Aline disse...

Blue,

Isso que você comentou eu ia usar como assunto em outro post, mas você já se adiantou. Sem problemas!

Renan Barreto disse...

Nossa... É verdade. O mundo anda tão complicado que a gente não sabe nem mais o significado da palavra confiar. acho que o medo institucionalizado pelos meios de comunicação faz isso conosco. O ser humano evolui de uma forma muito estranha...

bjo

Valeu!!!

Keel Diniz disse...

Uhhh... hoje em dia quem faz uma boa ação dessas sem ter nenhum 'fio' de desconfiança com toda certeza acredita em um mundo melhor..

Parabéns pela sua atitudee..^^

sobre o seu coment..: auhah.. nas horas que não tenho nada p/ fazer, fico inventando coisas..=D
mas vc gostou mesmo?!

Blue disse...

Legal Aline. Conversando é que as pessoas se entendem. Ao menos deveriam, não é!
Beijos.

Kenia disse...

Aline! Que duvida é essa! Não é só porque uma pessoa foi verdadeira com vc uma vez que vc deve pensar em confiar em todos os velhinhos! Porque nunca se sabe que esta tentando tirar proveito.
É logico que vc deve descofiar, mas é claro, não demonste e seja gentil, porque pode e não pode ser bom.

De qualquer forma, atenção nunca pe demais!

Anaa Bia ;) disse...

Eu acho que a desconfiança da nossa parte não é culpa nossa, mas sim das condições em que a gente vive. É, porque a coisa mais comum do mundo é você ver pessoas que aparentam muito inocência, cometendo crimes ! É o tempo inteiro ! O que nos resta é desconfiar de tudo mesmo...mas enfim, às vezes é desnecessário. Mas como saber ?

Ah, você escreve tão bem *-*

Beeijos ;*

Bianca disse...

Vou te dizer que mesmo morando em uma cidade pequena, fico desconfiada quando pessoas desconhecidas conversam no ônibus ou em qualquer outro lugar. São tantas as notícias ruins que vemos por aí, que tá dificil acreditar em uma boa ação.
Mas, não custa nada esquecer um pouco do mundo atual..por alguns segundos. Ele devia querer apenas uma companhia, mesmo :)

Beijos

Paloma Flores disse...

Sabe, eu acho que o mundo está mesmo tão difícil que a gente desconfia de tudo e todos. É uma questão de preservação, saca?
Às vezes, até nós mesmos temos medo de ajudar e acabar se ferrando. Um estuprador preso ano passado ou retrasado confessou que se fingia de deficiente e pedia para as mulheres ajudarem ele a entrar no carro. Aí, ele as sequestrava e estuprava.
E esse é um caso drástico, podemos falar nos mais simples, aquela amiga que dá em cima de todos os seus paqueras, a irmã que fica com o seu namorado, o amigo que conta pra todo mundo o segredo que você contou...
É complicado. Não podemos ser desconfiados demais, mas não podemos baixar muito a guarda. A gente não conhece as pessoas totalmente pra saber se são mesmo confiáveis ou não.
É, você tem razão... Acho que o mundo está memso difícil!

Fernanda! disse...

Isso já é rotina, a desconfiança faz parte.

Bom final de semana moça.

Crispi. disse...

Nossa, isso é muito verdade. Nos dias de hoje, não tem como não desconfiar.
Aconteceu algo parecido comigo no ônibus, eu estava com uma tremenda mala, e totalmente perdida, e um rapaz que ai descer no mesmo ponto que eu me acompanhou o caminho todo. Sabe, ainda bem que eu confiei. É tão bom saber que nesse mundo louco existem boas almas, sem segundas intenções.
Beijos!

Jonathan Flexa disse...

Não confio plenamente em velhinhos bem intencionados, converso com eles pra tirar algum conhecimento fruto da sabedoria. A senhorita foi corrupta no essencial da palavra. Encontrou uma situação onde poderia beneficiar-se e mesmo correndo o risco de se flagrada participou da falcatrua. =)

Não concordar com o preço implica em não utilizar o serviço. Não sei como funciona em São Paulo, mas aqui seria crime.

Altamente incriminador esse post =). Nem todos tem coragem de assumir culpa. Parabéns =)

Alice disse...

aqui no DF isso é comum,mas as pessoasjá te abordam na parada,pq aqui se eles nao passarem com o acompanhante perdem o beneficio,aí eles PRECISAM de alguem!
mas realmente,hj a gente desconfia até da sombra! errado? sei lá!

Mih disse...

Hoje aprendemos a crescer desconfiando do mundo e acabamos criando essa descreça pelos bons atos de quem nao conhecemos.
Vc escreve mto bem.
Bjoos

Bertonie disse...

Sim, querida.
O pior de toda a violência, maldade e ilusão que há nesse mundão véio sem porteira é que a gente acaba se adaptando ao estilo de vida corriqueiro convivendo com a contínua chance de sermos abordados para quaisquer dessas atrocidades. Aí a gente passa a desconfiar de tudo.
Eu criei meio que um trauma quando fui assaltado pela primeira vez - lá em Salvador -, e quando estou caminhando inocentemente levando a vida com muita dignidade no coração e ouço o barulho e/ou vejo a sombra de alguém próximo de mim, eu adianto o passo e minha fé aumenta repentinamente.
É raro achar pessoas assim como esse senhor tão gentil.
Mas, como assim, 'um serviço que não vale nem 1 real'? Sei lá, quando eu estive em Sampa City e tive de pegar ônibus, achei tudo tão glamour e sedução. Hmpf




beigos mil

Leandro disse...

Pois é, mas eu ainda acredito nas pessoas (já escrevi até um post sobre isso, não lembro quando, mas se não me engano ainda foi nesse ano). Claro que o mundo está violento, cheio de gente má, ruim, mas ainda existem pessoas boas e existem muitas.
Não devemos andar sempre desconfiado das pessoas. Dá pra sacar quando as intenções são boas ou ruins no arriar das malas.
Beijão

Moça do Fio disse...

Você me fez chorar.

Vivendo deixando a vida me levar... disse...

Hmm Aline que é algo incredulo eh! Mas eu mesma tb vivo asim desconfiando de tudo e de todos, rsss! Acho q é inevitavel pra a propria segurança hoje!

bjokas =^.^=

Larissa. disse...

Ahhh já aconteceu parecido comigo, de um senhor me pedir desculpas por me assustar e dizer que não precisava ter medo...
é complicado isso =/
Desconfiamos até das mais honestas pessoas.

Lindo post!
bjus
;**

Larissa. disse...

te linkei, ok!
^^

Desabafando disse...

Oi, concordo com você com relação a desconfiança. É triste perceber isso, mas eu tb desconfio de todo mundo, é muito difícil ver atos generosos por aí. Mas também tenho lá minhas dúvidas se você fez bem em aceitar essa "generosidade". Adoro suas histórias!

Tailany Silva disse...

Geralmente optamos por desconfiar, e isso é triste!

Mari disse...

É dificíl não desconfiar das pessoas com o mundo de hoje. Com tantos tarados e assaltantes por ai, no seu lugar eu teria feito a mesma coisa. Infelizmente o senhor José é uma das poucas excessões que encontramos no mundo hoje.

Coisinhas da Jeh _ disse...

É impossível não desconfiar das pessoas nas condições em que o Brasil se encontra. Eu sou mais desconfiada que tudo, é difícil ganhar a minha confiança, creio que isso é ruim, mas não consigo evitar D:
Não podemos generalizar, porém o medo ronda nossos pensamentos.
Ainda bem que o senhor só queria fazer uma boa ação :)
Você escreve mt mt bem *-*
Beeeijos

GrandeR@O disse...

legaaaaaaaaaaaal
tu não pago o onibus
agora toda vez q ver um veinho se agarre nele e o ajude
uhahuahuhuahuahuahu
mas é bom q ainda existem coisas boas no mundo

Carla P.S. disse...

A-do-rei teu post. É um tema que costumo discorrer a respeito também, e realmente, tá foda. Mas ainda levo muito em conta minha intuição (aquela inteligência instintiva que temos) e costuma não falhar. Fico feliz que tu economizou a quantia, e ele teve a gentil companhia da jovem senhorita. Espero que esses percursos te tragam ainda mais doses de vivência, e momentos inspirativos. Aceite um café, bom início de semana; beijos.

Khaos disse...

Nooooossa... Acho que você exagerou um pouco, o coitado nem tinha condições de andar direito :s se bem que hoje, e ainda mais aonde você mora [deve ser um grande centro], todo cuidado é pouco.
Muito legal

;**

Cadinho RoCo disse...

É sempre interessante buscarmos perceber o outro antes de tudo e qualquer coisa.
Cadinho RoCo

Pleiba disse...

Ola! lindo seu blog...
estava andando por aki e vi o Silvio Santos \o/ sou fã desse brother hahaha vc viu que bobeira que fizeram com a Maisa?! se fosse na Globo eu queria ver se não liberava...

Adorei seu blog

bjz

Pleiba disse...

Bom dia!

Estava conversando com meu irmão ontem depois que comentei aki no seu blog e ele disse que ela chegou a chorar ;o poxa fiquei espantado, acompanhei alguns programa com ela mas não sabia que tinha chegado a esse ponto :(

Agora comentando sobre esse poster: realmente agente esta sujeito a desconfiança... olha que esse senhor so queria ser gentil ! mas no mundo que vivemos temos sim q desconfiar...claro que depois pensamos o que essa pessoa tão legal poderia fazer comigo neh!? a primeira impressão é broca hahaha mas depois passa...

ótima semana pra vc!
bjuz

Dri Viaro disse...

ainda existem boas pessoas no mundo né
bjsss

Xana disse...

Não é só por aí que reina a desconfiança não...acho que é geral, as pessoas são enganadas hoje em dia de diversas maneiras, quando alguém aparece de coração pensamos logo que alguma coisa não está bem...somos todos nós os culpados disto querida!
beijinhos e uma semana otima!

Atreyu disse...

Confiança é um desafio diário

Marina Gomes disse...

Atualmente os bons pagam pelos maus. É difícil não desconfiar de das pessoas, há tanta gente fazendo maldade por aí... mas ainda bem que às vezes nos surge uma esperança ao ver que nem tudo está perdido.
Beijos Aline :*

Ryan disse...

Não há de se negar que o coração do homem está corrompido nos dias de hoje. Não podemos confiar em rostinhos bonitos, vovôs e vovós! Um pouco de precaução seria sempre ideal. No entando, ainda existem pessoas boas de coração! O segredo é como identifica-las!!! Só não sabemos como... =(

Marcus disse...

Poxa Aline... vc tocou num ponto crucial. Realmente acabamos desconfiando de todos a nossa volta, por mais inocente que a pessoa se apresente!

bjs meus

PS: Obrigado pelo seu carinho... gosto muitos dos seus comentarios

Thaís A. disse...

Ah, eu também desconfiaria um pouco. Mas também na sociedade em que nós vivemos atualmente sempre tem essas desconfiança :/

*Lusinha* disse...

Era exatamente isso que eu ia dizer: às vezes as pessoas estão sem segundas intenções, mas de tanto sofrer com as más intenções que encontramos no caminho, fica difícil não desconfiar.
Muito legal a atitude do volhinho.
Bjitos!

Raskólhnikov disse...

rs

Moça do Fio disse...

Eu chorei pela bondade do senhor, e imaginando você pensando se era bondade desprovida de outras intenções. Enfim, você sabe que moro com minha madrinha. E sempre que sei de algum fato que envolva idosos, eu me emociono. Foi só isso.

Nem preciso dizer que gostei do texto.

Carinho.

C. disse...

Até a bondade tem limite. E inclusive idosos tem matado e roubado, é só ler no noticiário. Nao dá mais confiar, mas eu ainda insisto em acreditar, até que prove o contrário.

Coincidência, vou postar assunto irmão desse hoho

Bárbara Gusmão disse...

Acho que me acostumei com a malícia das pessoas, então é um pouco difícil confiar assim...
Adorei! Beijos ;*

ChulapA disse...

mas qd a esmola é grande..
vc ja sabe hehehehe
mas que bacana
que bom que ainda existem pessoas assim, pq eu tb pensaria mil coisas antes de aceitar heheeheh

Rosemeire Polegato disse...

É complicado, mas acho que eu também a princípio desconfiaria sim. Mas por instinto de defesa. Tambem acredito que ainda exista pessoas boas nesse mundão afora. Então Aline Toronto é lindo sim mas realmente trabalhamos demais, mas vale a pena não só pelo dinheiro mas pela lição de vida que tivemos até agora. Solidão, superação e tudo o que um ser humano faz por um objetivo. Acho que vc ia gostar de conhecer Toronto. Bjs

Cadinho RoCo disse...

Já de volta.
Cadinho RoCo

adenilson disse...

hahaha sua desconfiada..
acho que ele teria segundas intenções se ele estivesse usando um disfarçe extremamente disfarçoso ou uma cartela de viagra ligeiramente pra fora do bolso da camisa hehehe
mas é verdade.
quando a "esmola" é demais o santo desconfia...
mas no final tu viu que não era nada demais..
apenas sua face e seu jeito carismático foram suficientes pra "conquistar" a passagem alheia / confiança....tenho certeza que vocês se encontrarão mais vezes haha.
e ps.: 2.30 é realmente mto caro.
minha namorada mora no tatuapé e eu em sao bernardo...pqp..é uma gastança dos infernos por fds
kkkkkk;;

preciso de um beneficio do governo *-*

tdo bm por ai ?
aah meu Deus atualizei
o www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br
passa lá dps por favor ?
Abraço e ótima terça.
fds tá ai jah
kkkkkkk

O Profeta disse...

Quero ser pássaro com penas azuis
Atirar as penas à verdadeira alegria
Voar sempre na procura do sul com norte
Num secreto caminho sem estrela guia

Quero ser barco que foge ao farol
Quero que o vento dance nos brandais
Quero ser viagem de rumo incerto
Quero ser a descoberta na procura do mais


Uma boa semana


Mágico beijo

Jullyane disse...

Infelizmente atitudes como esta que ele teve são raras hoje em dia. Só vemos as pessoas querendo passar as outras pra trás, enfim. Mas é bom ver que o mundo ainda vale a pena, que nem todo mundo se perdeu no meio de valores deturpados.

Beijos, linda

Darlan Rocha disse...

Aline, obrigado.
Mas eu não faço diário tá? Aquele post eu citei como um diário porque, assim como você, às vezes me bate uma "doida" e começo a escrever compulsivamente no computador, coisas soltas, besteiras que mais parecem um diário. Hahahah :)
E, me conte, você é jornalista?

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

É...o mundo É esquisito mesmo...e cheio de solidão...
Muito corajoso seu depoimento.

Patrícia disse...

Corajoso mesmo. Nem todos reconhecem que tem pré-conceitos. E todos temos. E aprendemos com eles.

Philip Rangel disse...

Sempre normal esse tipo de desconfiança..ainda mais se tratando de um pais que devemos andar com um olho a frente e um atraz;;;;

mas o bom q no fim ..vc chegou a verdade;;;

bjos
Ps:Você pediu solicitação para participar do quadro Entrando VOCE Numa Fria...sua indicação estara no banco de dados, em breve lhe retornarei para participação...

Brazilian_bloke disse...

Reflexos da nossa sociedade de hoje. Estamos cada vez mais desconfiados e com razão. Felizmente, nesse caso, foi apenas alguém que queria um pouco de companhia.

Tenha um excelente dia

Valci Pessoa disse...

- Fazer o que se o mundo é assim :\
Eu confio em todos que vejo, por mais que a aparência seja de uma pessoa da pior espécie, as vezes esses são os melhores e do contrário podem ser dos piores...
Virou hábito entre nós julgas pessoas por aparência :D
Mundo cão!

Jessica Berdych Laviere disse...

No mundo em que vivemos,temos que ser desconfiados...infelizmente é a nossa realidade.
Por causa de coisas que já me aconteceram sou desconfiada ao extremo, e as pessoas boas intencionadas acabam pagando por pessoas de má condutas.

Afinal ele só quis ajudar.

Bjos!

*+ButterflY PrincesS+* disse...

Nossa muito legal sua história!!!

Eu tb sou muito desconfiada,
e seria bem capaz deu nem aceitar o favor do senhor... =X

Mas o mundo n está totalmente perdido nao, ainda existem pessoas de bem....

;**

Marcus disse...

muitas vezes desconfiamos de pessoas que numca eria fazer mal a gente... mas o mundo nós ensinou asim!

♥ Mαrcellα L. disse...

Realmente, é de se duvidar. Muitas pessoas só querem o mal, e eu duvidaria até de crianças me oferecendo doce.

BeijOs, Otimo Post!

Deeeh _ disse...

qnd se trata dessas coisas, eu sou beeem desconfiada! ;)
hasuhsa
beijocas :*

M. disse...

Então..eu, a Mosana e a Dri, do blog mãe, esposa e mais um monte de coisas, estamos criando uma comunidade para unir as nossas queridas blogueiras e trocarmos presentinhos. Nada caro..o carro chefe será os presentinhos de 1,99, mas eu só aceito de 100 paus. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Se tiver orkut e interesse, dá uma olhadinha nessa comu e caia p/ dentro, mermã. kkkkkkkkk

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=90551373&refresh=1


Bjos.

Marcelleee disse...

Não há lugar mais ospicioso do que um ônibus,metro e vários outros de fácil acesso,mas eu acho que também não há outro lugar onde possa se ter um calor humano como tal,pois tudo pode acontecer em um onibus,metro ou seja lá o que foor,ali as pessoas comentam,xingam,gritam falam de suas vidas passa meio que ser uma terapia em meio ao apertado do do onibus e ao forte odor das pessoas,mas claro segurança é fundamental nesse tipos de lugares onde se encontra o povão,então é isso.:)

O Profeta disse...

No sul mora a saudade
No peito de mulher sem nome nem guarida
Que percorre a beira-mar entoando
Um chamamento de nostalgia

Porque o amor não se detém
Às vezes enlouquece a loucura
Tempestade ou bonança
Planta sedenta da ternura


Bom fim de semana


Mágico beijo

Carlinhaa♥ disse...

aai, adorei seu blog ♥

depois passa no meu ok ? ^^

bjuss .~
:}

Anna K. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anna K. disse...

Tbm tenho essa desconfiança. Mas nós temos que entender, que querendo ou não somos levados a ter esse receio. E só mesmo um alienado para não ter um pé atrás, em certas circunstâncias.

Alberto Pereira Jr. disse...

o mundo está difícil sim.. estamos descrentes de nós mesmos..

Rodrigo Sonic disse...

Essa desconfiança vem como uma resposta de nossa mente que são alimentadas diariamente com notícias ruins e casos que até Deus duvida e com isso ela cria uma defesa e passa a nos estimular a sermos prudentes. Mas o mais maravilhoso da vida é sermos surpreendidos com uma situação dessas igual aconteceu com voce. Porque dessa forma também podemos crer que ainda existe pessoas bem intencionadas em meio a um mundo onde o egoísmo das pessoas impera em grande parte.

"Minhas Palavras" disse...

Certa vez passando pela porta de um boteco, ouvi um SENHOR dizer: vejo "essa aí" passar aqui todos os dias, ao que lhe respondi, "e eu também, o vejo bêbado todos os dias". Descobri chegando em casa que se tratava de colega de meu pai, nunca mais confiei em ninguém, infelizmente, alguns bons pagam pelos pecadores..." Muito legal seu espaço, adorei, convido a visitar o meu, dê sua opinião, será de grande valor para mim, que sou iniciante." Parabéns, beijos...

felicidade disse...

A verdade q eu tb iria desconfiar ..afinal ja estamos nos acostumando com esse mundo cruel ,q todos só fazem uma boa acao com segundas intensoes ,fazer o q neh mas como vc msm viu tem sempre uma boa alma p praticar o bem
adorei seu blog vc esta de parabens,há fiz um p mim tb dar uma passadinha la sou iniciante ..e me diz o q vc achou ...bjs BETYUPLETYP

www.sualista.com.br disse...

www.sualista.com.br