segunda-feira, 18 de maio de 2009

Seja sempre um aprendiz

Quanto mais eu vivo, mais eu aprendo que aprendizado não tem fim. Podem passar os anos escolares, a faculdade, a pós-graduação, mas os mais sábios continuam a aprender.

Hoje em dia eu aprendo com as crianças. Aquelas criancinhas internadas na Santa Casa de São Paulo aonde eu faço trabalho voluntário como contadora de histórias. Muitas eu vejo somente uma vez, outras vêm e vão e algumas outras não podem sair de lá. Pois não importa, basta um papel e alguns lápis de cor que o colorido passa pelo papel e contagia o ambiente. Cessa o choro, a dor, o medo. Vem a alegria, a diversão e a superação. E foi preciso tão pouco! - lição nº1

Sendo um hospital público, em sua grande maioria, são tratadas lá crianças mais carentes, com poucos recursos financeiros e histórias de cortar qualquer coração. E o senso comum sempre nos diz que pessoas assim não tem educação, são alienadas, não leem e só apreciam tudo o que vem do populacho. Pois foi preciso só um certo "Dia da Poesia" (14 de março), alguns versos de Carlos Drummond de Andrade e Cecília Meireles para despertar verdadeiros intelectuais dentro de cada uma daquelas crianças.

Desde os mais pequenininhos até os adolescentes e seus pais, todos ainda pedem por novas poesias, anotam nomes de livros e prometem que vão ler sempre em casa quando receberem alta. Lição nº2 e para toda a vida: sempre há muito mais por trás daquilo que se vê. É só apresentar a oportunidade que ela brota ali, bem na frente de quem quiser aprender.


Para saber mais sobre o trabalho voluntário que eu realizo, clique
aqui.

53 comentários:

Leandro disse...

isso prova que se algumas oportunidades forem criadas (por menor que elas sejam) é possivel sim mudar o nosso pais

C. disse...

Que bonito esse voluntariado Aline, é digno de ser reconhecido e divulgado como vc fez.
Nos fazemos de desentendidos, mas a alternativa está lá esperando a atitude, parada no mesmo lugar de sempre.

E tomemos as nossas ATITUDES, sejam elas pequenas, grandes, singelas, pessoais, simples...

C. disse...

Quanto ao ritual do casamento húngaro, fomos alertados pra cuidar da carteira na rua hoho. Pessoa ruim tem em todo lugar neh.
Ah então será sua vez de se emocionar, emocione-se de montão! Bj

Moça do Fio disse...

Barbie,

Eu já admirava e tinha um carinho enorme por ti, e agora sabendo que você realiza este tipo de trabalho, eu me rendo a tua bondade.

Eles são privilegiados em terem você e outras pessoas que propiciem a eles o encontro com a melhor literatura.

Que outras pessoas tenham esta vontade de se doar ao próximo.

Beijo.

Cadinho RoCo disse...

Espetacular esta sua atitude. Sabe que o Cadinho é consequência dos Folhetos Cadinho Roco, que distribuo por one passo e já estou no ano 12 do que repouto como missão que tem como objetivo fundamental o estímulo à leitura? Por isso denuncio sentimento de enorme identificação com este seu procedimento.
Cadinho RoCo

Keel Diniz disse...

ahh que legall.. amo trabalho voluntário com crianças..
ainda bem que exite pessoas como vc que gostam de ajudar essas 'vidinhas' que ainda não sabem direito o que acontece com o mundo.. (e é melhor que elas nem saibam ainda..^^).. vc está de PARABÉNS!!!
..
ps: vc achou o remédio lá?!
:*

Dri Viaro disse...

o seu trabalho é lindo!!! e muito digno, gostei de saber parabéns mesmo
bjsss

Paloma Flores disse...

Nossa, que lindo. É verdade mesmo, sempre há mais por trás do que se vê. Nós é que não costumamos dar crédito para o que vemos e não permitimos que a verdade seja mostrada. Já julgamos logo de cara.
Tenho certeza que você aprende muito com essas crianças. Provavelmente, aprende mais com elas do que elas com você. Incrível a capacidade que as crianças têm de ensinar gente grande a viver de verdade.
Muito bonito mesmo isso que você faz.

Desabafando disse...

Puxa, que legal seu trabalho. Parabéns viu nem todo mundo tem essa disposição! Já fui voluntária em outros ramos e já pensei em contar histórias, deve ser gratificante! E adoro seu blog..estou sempre por aqui xeretando! Se der, depois visita lá o meu, tem post novo!

Bertonie disse...

E o pior é saber que tem gente que tem tudo, nada os falta, e mesmo assim criam borboletas no estômago quando ouvem falar de algum tipo de literatura. É barra, mas é a realidade.
Lindo esse teu trabalho voluntário. Quero ser igual a você quando eu crescer, barbiegirl.



beigos mil

Vivendo deixando a vida me levar... disse...

Ahh sem duvida eh sim gratificante mesmo! AS crianças nos inspirama fazer mais e sermos melhores, tb ja trabalhei com os pequeninos e adorei!
Quero voltar a fazer um dia!
Bjos

Jessica Berdych Laviere disse...

Com certeza,ainda tem aquele ditado "vivendo e aprendendo",enquanto estivermos vida,seremos eternos aprendizes,sempre há algo para se aprender.

Me surpreendi com uma pessoa uma vez eu tinha 14 anos,e precisa de alguém que me ajudasse com um trabalho de história,já estava desesperada...parei para conversar com um vizinha um idosa hoje com 76 anos,que não sabia ler e nem escrever.No auge da sua sabedoria me contou coisas,que nuca havia lido nos livros,me deixando encantada a última pessoa a quem eu recorreria foi a que me ajudou.

Parabéns pelo seu trabalho voluntário,também trabalho com as crianças e não há nada mais gratificante q o sorriso delas no final do dia.
É bom saber que ainda existem pessoas de boa índole dispostas a doar um pouco de si aos outros.

Bjos!

Alice disse...

estou fazendo uma disciplina que se chama psicologia da aprendizagem,e a minha professora diz que o termo deveria ser apredentende e não aprendiz,pq a gente está sempre aprendendo,o aprendizado nao para nunca!

Jullyane disse...

Muito bonito o trabalho que vc realiza. Eu tbm tenho vontade de fazer trabalhos voluntários, mas estou sem tempo até para as minhas obrigações. Mas admiro muito atitudes como a sua.

Beijos, linda

ChulapA disse...

olha que bacana
meus parabens
tenho mt admiracao por pessoas q fazem trabalhos assim
=)

Crispi. disse...

É por isso que tem que sempre alimentar a criança que existe dentro de cada um de nós. Eu aprendo muito com meus irmão de 4 e 5 anos.
Aprendizagem é um processo mútuo, contínuo.
Parabéns pelo trabalho voluntário! Isso só nos adiciona vida né?
beijos

Kenia disse...

Aqui em Bh é dificil para caramba ser voluntario, e tanta burocracia, eu ja fui, dei aulas de artes para crianças carentes, mas hoje trabalho tanto, não da tempo, era muito bom e divertido!

Yara Albuquerque disse...

Parabéns Aline, por fazer esse trabalho voluntário...
Confesso que por muitas vezes tive muita vontade, mas o medo era maior... Não medo das crianças, e sim, medo de ver essas crianças ali, eu na hora me bater uma choradeira, e eu não poder ajudar! não conseguir fazer essas crianças rirem, levar a felicidade pra elas. Me envergonho muito disso, muito mesmo, mas um dia, tomo coragem e vou... com certeza, apareço lá, com um belo livro, muitas histórias, e um nariz de palhaço... só pra ver nesses rostos quase sem esperança, um belo sorriso, e pra eu ter certeza de que a vida vale alguma coisa!!!!

Beijoks e PARABÉNS mesmo!

Mustafa Şenalp disse...

a nice site.:)

medeiros.paulo.zip.net disse...

Bela iniciativa sua.Parabéns!

Leandro disse...

Belo trabalho você está fazendo! Parabéns!!
A melhor coisa é dar oportunidade para quem quer crescer, mas que não tem oportunidade pra isso. É o retorno mais gratificante e dinheiro nenhum consegue mensurar esse valor.
Beijão

M. disse...

Que lindo, Linoca!

Eu tb faço trabalho voluntário. Mas ultimamente o tempo anda tão curto que não tenho tempo nem para a minha filha.

Parabéns por essa iniciativa.

Bjos.

Marcus disse...

99% do que você preicisa aprender, você só aprende fora da escola!

Renan Barreto disse...

Aline, acho muito bacana esse tipo de atitude. Eu gostaria de fazer, até dava aula aos sábados, mas meu tempo foi ficandop cada vez mais escasso e hj não tenho um minuto pra mim. Vc está fazendo um papel importantíssimo na vida dessas crianças. Contar histórias, mostrar que superação é possível e que elas sairão dessa. Gostei de saber disso.

bjo

E valeu!

Thaís A. disse...

Lindas lições. Eu também faço trabalho oluntário e cada dia aprendo mais :)

Cadinho RoCo disse...

Volto para que não percamos contato.
Cadinho RoCo

Silas disse...

Crianças tem o dom de supreender os adultos, por isso elas são crianças.

É sempre bom qualquer tipo de trabalho voluntário.

Continue assim!!!

Patrícia disse...

Parabéns pelo seu trabalho! Concordo que nossa vida tem um sentido especial quando resolvemos ajudar os próximos. E nunca, nunquinha é tarde pra aprender.

Raquel disse...

Que legal, Aline!
Sabe, às vezes, acho que o trabalho voluntário ajuda mais a nós, que oferecemos um pedacinho de nós mesmos, a quem o recebe.

A sensação de ajudar alguém é maravilhosa. =D

Abraço!

Cá, disse...

[...]sempre há muito mais por trás daquilo que se vê. É só apresentar a oportunidade que ela brota ali, bem na frente de quem quiser aprender.


me serviu!

Bjus

Cá, disse...

... e parabéns!

Tenha a minha admiração!

Jonathan Flexa disse...

É admirável seu trabalho, espero que outros se inspirem em você e façam o mesmo.
Confesso que não tenho estômago pra frequentar hospital, prefiro tratar com crianças em lugares menos críticos dando aulas ou brincando que seja.

Marcus disse...

Bacana isso moça... è um trabalho muito gratificante. Tbm faço trabalho voluntário e aprendo sempre com as crianças! Vale muito a pena!

bjs meus

Bianca disse...

Nossa, que legal o trabalho que você faz Aline. E concordo, o verdadeiro sábio nunca encontra conhecimento suficiente,sendo assim, nunca se cansa de aprender.
Continue mostrando isso para as crianças, e quem sabe o nosso país será feito de futuros árduos leitores. Seria muito bom :)


Beijos

Fernanda! disse...

Esse tipo de trabalho que da tesão pela vida...Aliás nem é trabalho é um mantra trabalhar com crianças.

Bjos de luz querida.


Parabéns pela atitude.

Deeeh _ disse...

realmente, vc tem razao...musica do danoninho??? procuro só o q sabe pelo menos dizer " eu te amo"
suahushuashuhsa
beijocas :*

ChulapA disse...

aeeee
otima semana pra vc
bjosss

Ryan disse...

Nossa, voc~e realiza um papel muito bonito como voluntária. Tenho certeza que proporciona muito carinho e conforto para aquelas pobres crianças! Espero que posso continuar com esse trabalho durante muito tempo...

Meu parabens!

*Lusinha* disse...

Acho muito válido quem faz trabalho voluntário e tenho certeza que ele é enriquecedor, por mais clichê que seja essa frase.
Bjitos!

KeLLy ViAnA disse...

Com certeza a gente aprende muito nessa vida e ainda tem que aprender muito mais!

ameii!*

Fernando disse...

Olá Aline
este trabalho deve ser muito recompensador, a cada dia aprendemos mais e mais mesmo, posso sentir isso a cada dia, podemos pescar algo novo que só enriquece nossa vida e nosso entendimento, lindo trabalho.
bjssssssssssssssssss
gde abrsss
Fernu...7

Cadinho RoCo disse...

Passo pra matar a saudade.
Cadinho RoCo

Groo disse...

"É só apresentar a oportunidade que ela brota ali, bem na frente de quem quiser aprender." Acredito piamente nisso. E tento fazer a diferença como educador para Jovens e Adultos. E a recompensa é certa e estimulante.

abs e parabéns pelo seu trabalho e texto, Aline!

rouxinol de Bernardim disse...

A excelencia no podio1

classe e estética de maos dadas...

Dri Viaro disse...

vim desejar bom fds
bjss

Vivendo deixando a vida me levar... disse...

Querida, tem um selinho fofo pra você la no meu cantinho !!!
Bejos e ótimo fds!!
^^

Atreyu disse...

Tem MEME pra você no Detesto =*

Cadinho RoCo disse...

Voltei de novo porque gosto de passar por aqui.
Cadinho RoCo

Darlan Rocha disse...

Realmente, o processo de constante conhecimento só alcança os verdadeiros sábios! E o mais engraçado é que, com coisas tão simples da vida, aprendemos lições com valores incalculáveis!
Muito bonitinho o seu blog, beijos.

Jhennifer Cavassola disse...

Ai que legal! Eu por exemplo, busco incansavelmente o aprendizado! :)

Ariana disse...

Mto bonito esse trabalho seu!
Fiquei emocionada, e realmente a vida é uma aprendizado eterno!

bjo
Bom fim de semana!

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Que trabalho bacana! Parabéns!
Tomo a liberdade de dar força para você procurar o livro "Um nó na cabeça" de Rosa Amanda Strauzs; até para adultos eu recomendo...
BJS!

www.sualista.com.br disse...

www.sualista.com.br