sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

O outro lado da "Crepúsculo mania"

Ok, eu aderi à modinha!

Assisti ao filme no cinema e li, ou melhor, devorei os quatros livros da série em uma semana. E sim, como o terceiro livro ainda seria lançado em uma semana e o quarto só sairá em julho, eu recorri à pirataria e fiz o download de ambos. Depois disso li o rascunho inicial do quinto livro, os capítulos que foram cortados de Crepúsculo e Lua Nova e recorri à pirataria novamente para baixar a trilha sonora e o próprio filme.

Claro que eu não quero que Robert Pattinson me morda e outras coisas do tipo porque ele, aliás, tem pouco a ver com o personagem. Anda sempre descabelado e desleixado, só fala besteira e tem uma séria queda pela "galinhagem". Praticamente o oposto de Edward que é sempre elegante, fino e romântico. Eu disse romântico? Isso na falta de uma palavra melhor para definir um homem que compõe uma música no piano para sua namorada. Eu estou desde então tentando achar um homem que saiba se quer tocar um piano!


Robert Pattinson e não Edward Cullen

O curioso disso tudo é que sempre vejo críticas sobre a série, dizendo ser coisa de menininhas de 13 anos, "emos hard-core"(?) e mulheres românticas ultrapassadas. O que eu realmente vejo é o incentivo à uma ótima leitura, ainda mais em um país como o Brasil em que esse hábito é tão escasso, principalmente, entre as menininhas de 13 anos. Eu também vi, com meus próprios olhos ao sair da sessão e entrar na livraria ao lado do cinema, essas mesmas menininhas procurando por edições de "O Morro dos ventos uivantes" (o livro preferido da personagem Bella), olhando biografias e coleções das músicas de Claude Debussy (o compositor de "Claire de Lune", a música preferida de Edward), além de escutar obsessivamente ao que seria a composição de Edward em homenagem à Bella. No filme, toda essa trilha instrumental é assinada por Carter Burwell, um gênio das trilhas sonoras que, mais uma vez, fez um trabalho incrível. Se apenas algumas dessas menininhas criar o hábito de ler e se interessar por música clássica, eu digo que o filme realizou uma verdadeira façanha.

Enquanto isso, eu vejo a maioria das pessoas discutindo no Orkut o baixo orçamento do filme, a falta de efeitos especiais e as diversas adaptações que tiveram que ser feitas na história do livro para se criar um roteiro de cinema. Como se algum desses fossem os tópicos que realmente valem a pena serem discutidos.


Tudo tem seu lado bom.

18 comentários:

Leandro disse...

Soh veremos o povo brasileiro (principalmente adolescentes) lendo quando o governo resolver investir na educação de base, caso contrario (como jah disse algumas vezes por ai) continuaremos a ser o "pais do futuro que nunca chega" (infelizmente).

Respondendo a sua pergunta, eu sou pesquisador (chique né?!?, pena que não dah pra ficar rico hehehe). Eu trabalho no setor de pesquisa e desenvolvimento da France Telecom.

P.S. Escrevo sem alguns acentos porque no teclado AZERTY (padrão francês) alguns acentos simplesmente não existem :-( e claro, pq eu sou um péssimo digitador :-)

Thayná disse...

Não adianta, a Steph fez um lindo trabalho que inflencia as meninas a terem bom gosto.Discutam o quiserem e ainda assim não mudará nada.Crepúsculo é bom!
Beijo

Thaís A :) disse...

Pô, pirataria é crime! HAHA, brincadeira :D
Minha amiga está lendo os livros e está adorando, quero muito ver o filme e parece ser legal :D

Beijão :*

Rogério Felício disse...

Quanto ao filme, os livros tudo ótimo...
Adoraria que o 'nosso' presidente Lula, assistisse o filme, quem sabe ele não se sentiria incentivado a lê!?

"Numa terra de cegos, quem tem um olho é rei. Num país de gente sedenta e carente de leitura, é desanimador e melancólico descobrir que o presidente da República, o sujeito mais importante e poderoso do sistema; a figura a quem devemos respeito e lealdade pelo cargo que ocupa; que representa não só um partido ou posição política e econômica, mas - como supremo magistrado da nação - a todos nós; o homem número 1 do País, não lê."

Roberto DaMatta

♥Thályta Kutcher♥ disse...

O livro eu não li , mas o filme é ótimo. Além dele ser um gato relamente incentiva (nem que seja só por esse motivo) às menininhas (e não só elas)a se interessarem por gostos completamente diferentes ao que imaginavam , como música clássica e outros. Mas tudo tem crítica e sempre terá. Isso só serve para dar popularidade ao filme (além do que ele já tem).
Parabéns pelo texto! Muito bem escrito!

kekel^^ disse...

bommmm.. eeu ainda não tive tempo de assistir, mas de tantos as pessoas ficarem falando do filmee...
tow quase me torturando por ainda não ter ido ao cine..
mass semana q vem eu vou e aewww..
ppois eh nhee!!!
=D

Minuto do Intervalo disse...

Falou tudo! O povo quer ver beijo na boca em novelas e putaria no BBB. O cinema, de certa forma, também apela um pouco para isso. O próprio fenômeno Titanic. Deram mais importância ao romance entre Leonardo Di Caprio e Kate Winslet do que propriamente À tragédia.

Assisti o Crepúsculo. Bem interessante.

Parabens pelo post!

Beijos

Bruna Bianconi disse...

concordo com tudo, assino embaixo.

Dalleck disse...

Não vi nem li. Estou meio boiando nesse fenômeno Crepúsculo e romance não é "meu forte", hehe... Mas usou de bons argumentos! =D

A n i n h a a disse...

Eu acho muito digna a façanha de instigar as pessoas a ler. E eu acho que se essas menininhas de 13 anos desenvolverem um romantismo ultrapassado, vai ser bem melhor do que se estivessem por aí nos bailes funk da vida.
Viciei na modinha mesmo, essa série doida deve ter pacto com Marte, tamanha foi a minha abdução na leitura haushuaHSuhas
Hey, o quinto livro que vc citou é "midnight sun"?
E se vc puder me fornecer os capítulos cortados, agradeço.
(obs. tbm fui obrigada a piratear Amanhecer. Até julho não dá. )

Beijãoo

Alice disse...

eu qndo criança lia mais que hj em dia,aliás hj em dia leio só as coisas da universidade,pouco tempo me sobra pra leitura optativa!
esse é um tipo de filme que não me atrai,sá coisa de vampirex,tô fora!

Coisinhas da Jeh _ disse...

de nada :DD
tá bom, entra siiim !
beijos :*

Naty Abacaty! disse...

Confesso minha Paulistana preferida que sotaque carioca não faz tanto sucesso! rs.

Adorei a matéria, até porque ainda não assisti ao filme, nem li os livros, mas estou curiosíssima, agora ainda mais.

Um beijo.

Júlia disse...

Oi, amiga!
Eu também fui ao cinema assistir Crepúsculo! hahahahahaha Não li o livro, mas parece ser uma trama bem-feita, rica em detalhes e envolvente. O pessoal adora criticar porque é modinha, como acontece com Harry Potter, sem ter lido o livro - apenas baseado no filme. Enfim, falam se saber sobre o que se trata.

Tô de volta à blogosfera!
Dá uma olhadinha lá depois.
Beijos

MELISSA S disse...

Eu li os três primeiros livros e concordo com vc. Acho maravilhoso que as menininhas de 13 anos leiam alguma coisa. Achei a construção da narrativa do primeiro livo muito boa. Os outros, na minha humilde opinião, não são tão bons, mas vamos ver o 4º. Mas é fácil vr pq esse livo pegou, né? O Edward é a personificação de um príncipe encantado. E parece q tanto as menininhas de 13 anos quanto as mulheres de 25 continuam sonhando com esse tipo de coisa (rs) Beijos

Tatah Santini disse...

Ouvi falar até que o Robert Pattinson fede horrores. Quem falou foi a atriz que faz a Bella, não lembro o nome dela!
E é lógico que é bom trazer cada vez mais adolescentes para o mundo da leitura! :)

Alberto Pereira Jr. disse...

rs..
Crepúsculo é mara.. e eu quero q o Edward me morda SIM!!!

rs..

nao li os livros ainda..

www.sualista.com.br disse...

www.sualista.com.br