domingo, 11 de outubro de 2009

Uma doce lembrança da infância

Em homenagem ao Dia das Crianças resolvi contar uma história da minha infância. Não foi especificamente comigo, mas é uma cena que eu presenciei diversas vezes e lembrei dela porque hoje assisti a um desenho da Turma da Mônica que eu adorava.

Como meus pais trabalhavam, ficávamos eu, minha irmã e minhas primas com meus avós maternos. Já dá pra imaginar a bagunça. Uma das minhas primas costumava chorar quando recebia um não e não parava, até literalmente perder o fôlego. Minha avó ficava desesperada e tentava de tudo pra ela parar. Desde enfiar a menina embaixo da água até encher ela de bolachas (tapas mesmo).

Até que um dia nós estávamos lendo um gibi da Turma da Mônica em que a Mônica ficou nervosa e explodiu em diversos pedacinhos. Momentos depois minha prima teve outro ataque de choro e começou a ficar sem ar. Minha avó então disse:
- "Quer explodir em pedacinhos que nem a Mônica? Eu junto todos, coloco dentro de um saco e jogo tudo no lixo!"

Não é que a choradeira parou na hora? E toda vez que ela ameaçava recomeçar, a historinha da Mônica em pedacinhos voltava à tona. Hoje a gente dá risada, mas, na época, era uma ameaça assustadora.

Que droga crescer, não? Era tudo tão bom...

Uma doce imagem da infância

24 comentários:

meus instantes e momentos disse...

Quem me dera ter lido isso há um tempo atras. Teria evitado muita choradeira....

Alberto Pereira Jr. disse...

ounnnnnn q foto mais fofa!!!
adorei a história.. a gente acredita em tudo, quando criança,né?

Babih Xavier disse...

Eu chorava até dormir
minha mãe nunca teve paciencia comigo
ahuahuahu

amei o blog ^^

Solange Maia disse...

Aline,

Que foto fofa...

É... a gente cresce, mas se ficarmos atentas, conseguimos manter lá dentro, uma criança linda em qualquer idade...

Feliz Dia das Crianças !!!

Beijão

Alice Voll disse...

bshbaubusa
eu adorava os gibis da Mônica, sua vó não é boba,não!
Gente,que foto fofa, e essa bebê menor? Vontade de morder!
Parabens pelo niver do blog!

Renan Barreto disse...

Aline!!!! Saudade de vocÊ. Sumiste de repente! Bem, agora eu estou aqui para retribuir o comentário. E quero saber quem é você na foto. Acho que é a loirinha com cara de sapeca, acertei? rs

Bjão!!!

Valeu!!!!

Não suma!

http://www.priemforma.com disse...

Oi vim visitar e desejar um bom feriado!!!

Tá rolando uma promoção bem legal no meu blog, te convido a participar:

http://priemforma.com/index.php/promocao-solar-repair-verao-inesquecivel-mix-use/

Te espero lá!

Pri em Forma
http://priemforma.com
http://twitter.com/priemforma

Leandro disse...

e põe sumida nisso!!!

Bem-vinda novamente ao mundo dos blogueiros :-)

Flavih Jones disse...

Adorei a fotinha.
Ow q quando a gnte é criança neh?
Sua prima era ótima.. rs

Beijo

Desabafando disse...

kkkkkkkkkk...que legal sua história...tem momentos em que penso também que é muito ruim crescer..rsrsrs...

Carla P.S. disse...

Huahauhauhauhaua...
Adorei...
Adorei o tom de nostalgia-divertido. Eu, particularmente, AMO turma da Mônica. Cresci lendo e relendo os gibis, vendo e revendo os filminhos...
Desenhava, pintava, fazia minhas próprias historinhas.. E sei imitar o Cebolinha até hoje! (se bobear sai também o Cascão e a Mônica)..
Adorei.
Um café, com saudades!

Dri Viaro disse...

Que vc tenha uma boa semana
beijos

Dri Viaro

NatiLopes disse...

A maria madah só tem coisinhas lindas né?!!? adoro aquele lugar!! Se passar por la, fala q leu no blog q tem desconto, aí vc ganha o seu! hehe

é ele sim!!!

beijosss

Thaís A. disse...

HAHAHA, quando a gente é criança tem cada uma né?

Blue disse...

Como era bom ser criança. Acreditávamos e víamos o mundo de maneira diferente.
Mas passou!

Beijos

Letras Saltitando disse...

Que coisa linda, né!
tem coisas que a gente não esquece jamais!

Raquel disse...

O ruim de ser criança é que não sabemos que os adultos tbm mentem, hahaha... :P

Jessica Berdych Laviere disse...

Quando criança somos tão ingênuos,que tudo amedrontava-nos.
Lá em casa meu pai sempre ameaçava chamar o homem do saco,que era um senhor que recolhia garrafas na rua,quando ela falava assim,ficava tenso o clima,eu me acabava de chorar,e tratava de respeitar rapidinho meus pais.

Júlia Fernanda Maria disse...

Ahahahahahahahaha.

Maurício de Sousa daria um ótimo Psicólogo Infantil.

As avós são muito sábias. E as crianças... bom, são todas umas pestes! Risos.


Beijos.

Renata de Aragão Lopes disse...

Lembranças da infância
são deliciosas...

Um beijo,
doce de lira

Lívea Colares disse...

Adorei a ideia!!hauhauhau

Fernando disse...

Olá Aline
qto tempo não venho aqui
mas blog é uma coisa q não se pode parar. Puxa sinto maior falta da minha epoca de criança quando não me preocupava com nada . Que droga crescer né rs rs rs rs é isso mesmo
gde abrssssssssss
bjssssssssss
fernu...7

Mariana disse...

Perambulando por alguns blogs , gostei muito daqui ..

Que droga crescer, não? Era tudo tão bom...
Faço das suas palavras as minhas!

" tudo que a memoria ama fica eterno"
Ja estou seguindo .
volta no meu tbm.
bjss !

www.sualista.com.br disse...

www.sualista.com.br