quarta-feira, 18 de março de 2009

Dois pesos, duas medidas

Pra quem não me conhece bem, eis aqui uma informação nova sobre mim: eu sou bastante esquentada. Mas quer me ver totalmente fora do sério? O lugar certo é no trânsito. Todo mundo pensa "claro", afinal a garota vive em São Paulo e deve demorar horas e mais horas pra se locomover. Errado! É quando o trânsito flui que eu fico mais nervosa.

Começando pelo óbvio, motoqueiros. Depois caminhões e motoristas de ônibus, de longe os mais sem noção alguma de educação no trânsito. Mas ultimamente quem vem me tirando do sério são os ciclistas.

Explico: a maioria anda no meio das ruas, muitas vezes entre as faixas, fazendo os carros diminuírem a velocidade e tumultuando ainda mais o trânsito. A maioria também anda com fones de ouvido e não ouve quando os carros se aproximam tentando ultrapassar e, muito menos, as buzinadas. Eles também não utilizam capacetes e outros equipamento de segurança obrigatórios. Sem contar os que cortam caminho pelas calçadas ou até mesmo na contra-mão. Sim, eu mesma já quase fui atropelada (dentro do carro) por um desses espertalhões. E qual é a dos vários protestos pelados?

Ciclistas e a sua especialidade: protestos nudistas

Ciclistas também são obrigados a respeitar as leis de trânsito e, inclusive, sinalizar as manobras. Como? Nunca vi bicicleta que tenha seta, já são raros os que utilizam qualquer tipo de alerta ou colete fluorescente para chamar a atenção dos motoristas.

Não vou desmerecer aqui os benefícios dessa prática, mas, às vezes, mesmo as boas intenções acabam não funcionando. A cidade de São Paulo possui apenas 15 quilômetros de ciclovias contra mais de 11 mil quilômetros de vias públicas pavimentadas. Em Paris, por exemplo, são 380km. Apenas em 2008 foram 83 mortes de ciclistas, desde 2006 a estatística sobe para 222 mortes. A mais comentada delas ocorreu em janeiro deste ano quando um ônibus atingiu a massagista Márcia Prado em plena Avenida Paulista.

Exemplos trágicos pelo Brasil: cinco ciclistas atropelados por um ônibus no Rio

Entendo quando a bicicleta pode ser o único meio de transporte de uma pessoa ou simplesmente é a escolha de alguém pelo prazer, pela consciência ambiental ou pela comodidade de chegar mais rápido. O governo também apóia, em muitas estações do metrô é possível alugar bicicletas e mais de 5 mil pessoas já adotaram essa ideia.

Não vou ser hipócrita, nem se houvessem ciclovias pela cidade toda eu trocaria o carro pela bicicleta, mas acho que tornou-se uma questão de pesar os prós e os contras. Bicicletas não são a solução para o trânsito e nem a melhor alternativa para salvar nosso planeta. O que funciona em Paris e em tantas outras cidades do mundo, obviamente, não funciona aqui. O que nos resta é continuar cada um fazendo a sua parte e contribuindo para que outras maneiras possam ser mais eficazes.

Obs: Sei que é um ponto de vista polêmico, talvez até mesquinho, por isso sintam-se à vontade para discordar e criticar, mas, por favor, mantenham a classe. Este é um blog de respeito!

Obs 2: Agradeço desde já os selinhos que fui presenteada ultimamente. Prometo que todos serão devidamente postados em breve.

50 comentários:

glória disse...

eu, também Aline acho que deveria haver mais ciclovias e outras formas de escoamento do trânsito. Embora`não me julgue esquentada, a necessidade de freadas súbitas e desvios bruscos já muito me irritou. vamos nos adicionar, bjs

Kell Diniz disse...

hii.. nem me fale..
e os pedestres tbm não tem respeito pelos motoristas..
e hj em dia qualquer um tira a carteira..
¬¬

Thaís A. disse...

Concordo com você, aqui em São Pualo deveria ter mais ciclovias, além do mais, bicicleta é um transporte que não prejudica o meio ambiente :)

Naira Ribeiro disse...

Caraca, eu conseguí ver na bunda de um dos caras, um montão de celulite, que hilárioooooo!
kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Sim, mas voltando ao tema. Concordo com vc, Aline. A situação está crítica e existe um descaso mto grande frente a tudo isso. Sabemos sim, que é de uma solução enérgica que precisamos. Até pq até qndo irão morrer pessoas vítimas deste trânsito louco ou mesmo até quando os ciclistas terão que ultrapassar os seus limites ocasionando assim transtornos para nós, motoristas?


,D

Marcella ♥ disse...

AINDA não tenho que lidar com esses problemas.
Mas, os ciclistas deviam se concientizar, pelo menos se tocar que um carro é maior e mais forte que eles, e que se não prestam atenção podem causar acidentes.
Falei o obvio, eu sei... Mas, sou muito nova para discussões sobre o assunto!
Adorei a primeira foto.

Coisinhas da Jeh _ disse...

Ah, esses ciclistas me matam de raiva quando andam no passeio :@ Quase ou atropelam a gente... rs
Beeeijos ;*

Ps: O cara tem celulite mesmo, HAHAHAHA

Moça do Fio disse...

Menina linda,

Admiro a forma como você escreve. Expõe tua opinião (sempre forte) mas não deixa de olhar as várias possibilidades que permeiam a tua teoria.

Concordo quando diz que não dá para usar o mesmo método que usam em Paris. O que poderia ser feito, seria uma adaptação; considerando as particularidades de São Paulo.
Concordo também quanto ao descuido dos ciclistas. Eles vivem, mesmo, com fones no ouvido (acho que no volume máximo). E quando acontece algum acidente, a culpa vai pra quem, hã? Para o motorista. Este protesto que eles (os ciclistas)fizeram, eu vi no CQC. E eles só reclamam... não apenas da quase total ausência de ciclovia. Mas também, e principalmente, dos motoristas. O problema é que eles por serem menores que o carro, acham que podem passar em qualquer brecha. Tsc. Quando se dão conta, estão lá... estatelados no chão.

Beijos.

George Marques disse...

São Paulo deveria, mas não está adaptada para os ciclistas. Concordo que as pessoas devem lutar pelos ideais, mas desrespeitar as leis é absurdo, além de ser perigoso.

Orelha ® disse...

Sei lá gosto de bicicleta... mas não no dia a dia só gosto delas pra miniaventuras e atvidades de fim de semana, não troco carro por bicicleta tbm.

Leandro disse...

O ciclista pode sim utiliza sinais para indicar se vai virar à esquerda ou à direita. A sinalização (seta) deve ser feita com os braços.

Por a bicicleta ser um meio de transporte, o ciclista também tem a obrigação de respeitar as normas de trânsito.

O ideal é ter ciclovia e não dividir espaço com motos, carros, ônibus e caminhões.

bom... eu sou suspeito pra falar pq eu sofri um acidente de bicicleta aqui no "primeiro mundo" (entre aspas pq o transito aqui não é tão diferente do trânsito no Brasil).

Cris_do_Brasil disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cris_do_Brasil disse...

No Brasil ciclovia nao funciona mesmo.
Como se fosse só as ciclovias... ... cof cof

Neizi disse...

Verdade...concordo com o texto..é de dar nervoso ver ciclista na marginal Pinheiros, na faixa da direita, mas ocupando a toda, pq não vão por dentro? As ruas do Jockey são tão arborizadas.

Que mundinho..vc era da J né? agora que reparei mais na foto e vi que te conheço também..caí no seu blog por acaso, fuçando...q comédia hehe

Vivendo deixando a vida me levar... disse...

Hmmm...bom vou adiar minha visita a SP ahiuehauie... gentemmm n conheço e fico apavorada com essas histórias deste lugar!! Ainda mais eu que tenho horror a tumulto!
^^
Aline, não conheço a AUG, mas não me falta vontade viu... ir num abrigo entao acho q nunca sairia de la, rssss... sou apaixonada por gatos, mas aqui em BH n conheço nada do tipo, com estes objetivos... Adotei a Jade numa veterinária mesmo, na verdade foi um presente do marido rsss... que sortuda eu nhe!!! Coisa mais fofa e dengosa,gostaria de adotar mais tb, mas eu moro em AP e n acho uma boa ideia. Quem sabe algum dia não crio uma org aki em Minas neh!

Bjokas mil pra vc!!^^

Rochelly. disse...

eu não sei dirigir :( AINDA! rs

mas imagino o que vc deva passar no transito de Sp, nao teria paciencia...

de qualquer forma, sorte! e paciencia, rs.

Marcus disse...

eu gostava de andar de bicicleta, antes de tirar carta, andava na contra-mão, até bater de frente com um carro e i parar no hospital!
uahuahuha

ramelaum.com

Ruiva disse...

eu tbm sou nem nervosinha e o transito acaba com gualquer um aff... malditos sinaleiros, malditas aveiniadas congestionadas

Coisinhas da Jeh _ disse...

omg :O que estresse, rs

Juliana disse...

Não acho que seja um ponto de vista mesquinho, mas sim um ponto de vista sensato. A favor das bicicletas quando se tem suporte para as mesmas trafegarem. Esse tipo de coisa que vc disse que te irrita pode ter certeza que irrita muita gente...

Queria agradecer às visitas frequentes ao Pipoca. É sempre bom ter leitores assíduos e que deixam suas opiniões.

Abraços

http://pipocacomiogurte.blogspot.com/

loira mexicana disse...

Estou visitando blogs novos para conhecer,apareci por aqui e gostei de te ler!Seu perfil me chamou atenção e me identifiquei muito.espero voltar.bjkas

Leandro disse...

Alguém consegue escalar a Brigadeiro de bicicleta??? É óbvio que bicicleta em SP não vai dar certo. Mas em Paris e no Rio...

Rosemeire Polegato disse...

Oi Aline, gostei muito do seu blog e tenho acompanhado, esse caso dos ciclistas eh complicado, poderiam investir em vias para ciclistas, seria uma saida afinal de contas diminuiria os engarrafamentos, quanto ao protesto dos peladoes virou moda neh, quer protestar eh so ficar pelado rsrsrsrs. Bjs.

M. disse...

Linitcha, eu concordo com absolutamente tudo. Fico P da vida com esses ciclistas imprudentes.

Outro dia quase saí na porrada com um infeliz que surgiu do nada, me obrigando a parar bruscamente e quase causando um acidente. O fdp ainda me disse que se acontecesse um acidente, a culpa seria exclusivamente minha, pq de acordo com as leis de trânsito, o maior é sempre responsável pelo menor.

Mandei tomar no centro das atenções. rsrs

Bjossssssssssssssssss!!!

Jhennifer Cavassola disse...

Gentee, tenho pavor a ciclista. Els só olham pra trás, quando atravessam, que horror. Não tão nem ai pra nada!!

Morei em uma cidade chamada Caceres aqui no MT. É cidade das bicicletas, tem até ciclovia sabe. Muito ciclista mesmo!! Eu sempre falava que se pegassem todos eles e soltassem na Av. Paulista, não ficaria um pra contar história.
È complicado demais! E o pior que eles tem preferencial, ciclovia e tudo mais. Fizeram isso pra melhorar, mas não adianta, a educação falta demais!

Kenia disse...

e nuito dificil, isto não vai se resolver...

Sabrina Paiva !!! disse...

Pois é, esse é um assunto complicado. Também acho que os ciclistas atrapalham de certa forma, o trânsito. Muitos são totalmente inconsequentes e é o motorista de carro que tem que tomar cuidado pelos dois.
Bjinhos
Xau

Flávio disse...

Eu tenho uma teoria sobre o transito: Ele nunca vai melhorar.

Renan Barreto disse...

Eu também não troco o carro pela bicicleta por um simples motivo... Não sei andar mesmo rsrs. É sério. To muito leso pra fazer qualquer comentário mais inteligente hoje. rsrs

bjo!
Valeu!

Gilgomex™ disse...

desde que comprei minha moto a minha bike está criando teias de aranha e fungos estranhos... inclusive acho que vi uns cogumelos gigantescos no pneu dela...

e olha que minha cidade é pequena e meu serviço fica há uns 20 minutos a pé da minha casa... mas não dá... sou muito ocioso...

sobre proptestar sem roupa, é uma boa... quem sabe consigam aparecer no panico, ou no cqc (CeQuiÇabe)ou até na globo... várias opções....

WiLL disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
WiLL disse...

eee bicicleta....transito de sampa eh complicado mesmo aqui em rio preto num é pior mais xega perto

e desculpe por aquele post dp pensei melhor ele era machista msm apaguei ele e postei algo util
adorei seu blog e continue sempre visitando www.ramelaum.com xD~

Ruiva disse...

oie ok então põe meu link aqui que estou colocando vc lá no meu novo blogroll ok.

sucesso pra nóis =D

' Rôh disse...

Akiii em Fortaleza essas manifestações acontecem mais pela extenção do litoral, não mto pelo centro q é onde moro. Assim, não corro risco d ser morto por uma byke. XD

Xeruuu..

O Profeta disse...

O silêncio da solidão mora em meus olhos
Revela-se na tristeza, retém a palavra amarga
Tem a nudez de um aguaceiro de Maio
Uma garganta presa em grades que a voz embarga

Hoje a Ilha acordou presa ao silêncio
Os pássaros voaram no chão de barro frio
Esqueceram-se de subir ao azul
Lavaram as penas nas águas de um rio


Convido-te a descansar a alma nas minhas pedras de Ouro

Bom fim de semana


Mágico beijo

Cris_do_Brasil disse...

Oi Aline,
na verdade moro aqui e tb nao sei muita coisa, os textos que posto colho em outros blogues.

A vida cultural é realmente uma doidera e se duvidar tem coisa pra fazer a todo minuto.

Qdo passar por aqui, já sabe o contato. Um abraco e claro que voltarei, adoro ler ´besteiras` hoho

Bertonie disse...

HAHAHAHA' ouk
Eu não posso dizer muitas coisas dos ciclistas porque eu já fui um, e as vezes sou q
E não uso(ava) esses trensinhos sabe.
Ouk, minha cidade é 'pequena' tem bastante ciclovia, a calçada que fica no meu da avenida é bem larga e zas, totalmente no problem. Só se ouvia falar de morte com ciclistas quando um motorista estava embreagado e talzz.

Eu acho que vai ajudar 'um pouquinho' nesse negócio do clima se as pessoas passassem a andar de biclicleta um pouquinho mais, né?! Mas de que adianta o governo apoiar essa ideia se não constrói ciclovias e nem ao menos tenta concientizar os ciclistas em relação a sinalização, respeito no trânsito, etc???

Acho meio ruim comparar São Paulo a Paris, afinal aqui é 3º mundo, país subdesenvolvido e lenga lenga blá blá blá. Lá o Governo concientiza as pessoas quanto as questões politicas, economicas, sociais e embientais. Aqui, pouco preocupa-se em relação a isso!!!
Se bem que é sempre bom ter um 'ponto de referência'.


beigos mil e feliz outono

Alice disse...

aqui no DF cada dia o trânsito fica pior,meldels,falta pouco pra chegar como aí,mas aqui tem pouquissimos ciclistas,então não posso dar opinião de uma coisa que não conheço!

:*

Bárbara. disse...

realmente, viver em são pauo não deve ser mole não né! como moro em cidade do interior, nao tenho muito problema com isso, ate porque nao dirigo. haha

um beijo querida!

angela disse...

isso é q chamo d tino jornalistico..
xD~

transformar uma coisa q todos dizem ser saudável...não poluidor hehehe e etc...numa matéria "denunciativa"...
retratando os problemas dos ciclistas . . . mas fazer o q . . .

mto bom mto bom..
e sobre o clodovil nem postei nada no meu blog pra naum ser processado dps pelos ativistas aoijsoiajsoiajsias..
,mas foi mto triste a morte dele..
e mais repentina do q ele mesmo imaginava eu axo
apskpakspoas ...
mas virou purpurina neh ,,
e como dise danilo gentili [blog q recomendo claro] chegou a hora dele doar órgãos..dps de passar a vida toda recebendo neh
kkkkkkkk

bJoooOo

Minnie_ disse...

Olá querida!
Eu não ando de bicicleta exatamente por isso, do jeito que sou ia morrer na primeira curva.
Acho que as pessoas às vezes colocam a solução para o trânsito nas mãos das ciclovias, mas definitivamente o caos não pode ser consertado só com bicicletas... é preciso mais.
Então a questão é utilizar mais formas alternativas, mas elas primeiro devem funcionar melhor, receber mais investimentos! Ou pelo menos que os adeptos tivessem mais noção do que estão fazendo!

Um beeijo!

A n i n h a a disse...

acho que usar bicicletas seria um bom meio de aliviar a poluição, mas tipo, lá na Europa e em países de 1° mundo, onde as pessoas sabem que além de direitos elas têm deveres e devem segui-los.
Brasil é lugar de gente não muito civilizada, por isso aqui as coisas não funcionam.
ótimo ponto de vista ^^
beijokas

caurosa disse...

Olá, passei para uma visita e adorei seu blog, espero poder voltar mais vezes.

Forte abraço

Caurosa

Bárbara. disse...

há uma surpresinha em meu blog pra voce queridona!
um beijo

Jillian disse...

Trânsito realmente tira toda paciência. Pior que além do trânsito, ficamos aguentando inconveniências e má educação de barbeiros e afins :~ concordo com a idéia de ter ciclovias e pá. Apesar de aqui nao haver muitos problemas com ciclistas e sim motoqueiros malucos T_T rs

Beeijoca :*

Flanders, disse...

Hei guria :)
taí um problema em que o governo devia pensar um pouco ._. acidente de bicicleta e moto acontecem mais do que de carro e olhe lá afaf.
Deviam haver áreas para estes ciclistas incovenientes, que eles se atropelassem em outro lugar e não ficassem congestionando mais o trânsito kk'
Mas o.k, pensemos em um meio de exercitar nossa paciência. :l temos que ver o lado bom da coisa.
Bjks meniine :*

Anaa Bia ;) disse...

Realmente, os ciclistas abusam muito ! Eu vejo isso de perto, pqe na esquina da minha casa fica uma das principais avenidas daqui, e tem uma ciclovia mínima nela, e nem carros nem bicicletas se respeitam, sempre acontecem acidentes.
Nem posso imaginar como é em SP ! Eu ficaria louca :P

Volteei da folga o/
Beeijo ;*

Carla P.S. disse...

Adoro blogs que me acrescentam e o teu, com teu tino jornalístico, acrescenta em muito. Também tenho pensado nessas questões do trânsito, apesar de aiiiinda não ter tirado a carteira (desse ano não passa). Ciclovias parisienses são um belo modelo; mas, tendo em vista que nosso país ainda é jovem e desestruturado, realmente, pode ser que demore. O que deveria melhorar é a educação do condutor (qualquer que seja o meio de transporte) e do pedestre. Calma, serenidade, respeito. Seria isso, em suma..
Aceite um café, com um coelhinho de chocolate. ;)

Lucas C. disse...

aqui no Piauí,
andar de bicicleta assim... é suicidar-se paulatinamente.

;O

o sol mata. o calor te enlouquece.

Dave Siswandi disse...

nice picture and blog!

www.sualista.com.br disse...

www.sualista.com.br