domingo, 7 de junho de 2009

Alguma coisa não está certa

Uma das poucas coisas que eu ainda suporto assistir na televisão são programas de entrevistas. Entre eles está a Marília Gabriela. Não só porque ela pegava o Gianecchini, mas porque ela consegue deixar qualquer assunto com cara de bate papo.

Há um tempo atrás vi uma entrevista com um médico, psicólogo ou psiquiatra, não lembro, mas que disse algo que eu nunca mais vou esquecer:

"O aumento da pedofilia se dá por conta da 'erotização da infância'. Meninas, cada vez mais jovens, se maquiando, se vestindo e se comportando de forma inapropriada, acabam aparentando mais idade do que realmente têm"

Não que isso justifique o comportamento de um pedófilo, mas nos lembra das consequências de tudo o que fazemos. É informação demais, exposição demais, velocidade demais que até a infância acaba sucumbindo, desaparecendo. Dá pra imaginar uma pessoa sem as doces lembranças da infância?

Já disse aqui que o progresso é sempre bom, mas algumas coisas nunca deveriam cair em desuso. A infância, com certeza, é uma delas.

Dica: O livro "O Desaparecimento da Infância" de Neil Postman.

Se alguém também assistiu essa entrevista e lembra do nome desse médico, por favor, me avisa.

51 comentários:

Ricelly Gama disse...

Eu concordo em gênero, número, grau e o que vc quiser mais.
Eu penso que as crianças hoje não querem mais ser crianças, em parte por causa da mídia que tenta vender um mundo TEEN, em que as meninas são mulheres com 14 anos, acho isso muito triste.

Eu, hoje com 17 anos, faço muita coisa de criança ainda e acho o máximo porque eu sei que qdo eu tiver meus filhos vou poder dizer a eles o quanto é bom ter colo de mãe/pai, assistir filme na sessão da tarde no cinema com os amigos, colocar toddy no pão (?), assistir desenho e não se preocupar com assuntos de adulto.

Bjs :*

Cadinho RoCo disse...

Numa sociedade em que o consumo é tratado de forma até delirante é natural que haja a banalização de conceitos e posturas diversas e por aí entramos num processo de degradação sem limites. A pedofilia pode também ser estimulada por crianças que assumem comportamentos adversos, mas não creio que a situação se limite a isso. Por outro lado devemos sim valorizar aquilo que de fato contribui para que tenhamos crescimento compatível com nosso momento de vida.
Do seu comentário no Cadinho, sinta o frio mas daí mesmo. Nada de sumir no mundo.
Cadinho RoCo

Kenia Chan disse...

A culpa e dos pais é claro! Criança tem que vestir roupa de criança e ouvir musica de criança mas isso ta mudando...

Desabafando disse...

Concordo! A infância bem vivida é uma das melhores coisas da vida, é triste constatar que muitas crianças só terão recordações tristes dessa fase!

M. disse...

Eu não vi a entrevista, mas concordo com ele.

Bjossssssssssssssssss.

Alice Voll disse...

concordo em partes,existe sim essa erotização precoce e exacerbada,mas devemos lembrar que pedofilia é uma doença e um pedófilo não vai parar pra diferenciar se a menina está com a roupa da bebel ou com vestido de criança,qndo vier o desejo o ato infelizmente vai acontecer!

:*

Keel Diniz disse...

Pois eh.. eu postei um assunto quase parecido com esse um dia desses..
mas a realidade é que são raras as crianças que ainda se vestem como crianças.. a maioria age melhor que nós.. adultoss..
onde esse mundo vai parar hienm..

?!!?!?

:*

Blue disse...

Concordo contigo. É muita exposição. E o pior de tudo é que a culpa é dos adultos.

Beijos

Rosemeire Polegato disse...

As crianças estão crescendo mais cedo, isso me assusta um pouco, certa vez vi uma reportagem no fantástico de umas crianças "meninas" comemorando aniversário num salão de beleza. E é mais ou menos o que vc falou, elas se vestiam como adultas, escolhiam a cor do esmalte e maquiagem. A exposição do corpo ficou muito banal com o passar dos anos, hoje a mulher sensual é a que mostra o que tem, as crianças imitam, seguem o que os país pensam e o que a mídia mostra. Isso tudo é frustrante para as pessoas que pensam em ter filho.

' isaa * disse...

adorei seu blog !

vou passar mais vezes por aquii

:D

beijoos !

ps : ja to te acompanhando

Larissa. disse...

Muito verdadeiro.
Eu percebo demais essas mudanças... porque a infância teve que aconpanhar esses tempos modernos?
=/
Amei o post
beijos
;**

Dri Viaro disse...

Pois é a erotização infantil está cada vez maior, e o pior: os pais não falam nada, deixa que as filhas por ex. se vistam de forma inadequada nas escolas, meninas pequenas fazendo dança do ventre acho um absudo, mas fazer o que né?
bjsss boa semana

Stephanie Pereira disse...

Não vi essa entrevista e é uma pena. Minha irmã faz faculdade de farmácia e ela conduziu um seminário que tratava sobre a erotização infantil. Lembro da série de consequências disto: meninas mestruando mais cedo, adolescentes mantendo relações sexuais mais cedo, gravidez precoce... São assuntos que devem ser discutidos.

ah! e sobre o "a sangue frio". Truman Capote é um gênio!

Flavih Jones disse...

Concordo com vc.
Acho que criança deve andar como criança.
Hoje em dia, criança de 10 anos já deixou de ser criança.

O blog como sempre, muitoo bomm.
Beijo

Marina Melow - Papo Contemporâneo disse...

Caramba! Fiz um post parecido ontem, falando sobre a obstrução da educação das crianças e dos adolescentes, tirei um trecho de um livro de Augusto Cury, Pais Brilhantes - Professores Fascinantes.
Mas é verdade, as meninas querem ser mulheres o quanto antes. Não existe mais aquela inocência.


beijos.:*

Crispi. disse...

Isso é realmente, realmente muito triste. E mais triste ainda, porque é totalmente verdade. As crianças estão esquecendo o que é infância. Eu fui muito feliz na minha (até limonada na rua eu vendi!), e digo que as coisas são muito diferentes hoje mesmo. Pergunta pra alguma criança se ela sabe o que é brincar de esconde-esconde? Agora pergunta qual o melhor jogo do playstation 3. E é por aí.

Bárbara Gusmão disse...

Realmente, é triste se afogar em um mundo... precoce! Eu quando era criança subia em árvores e brincava de boneca - o fato de eu ser um ano adiantada no colégio contribuiu para que eu visse as coisas de maneira diferente mais cedo, que eu aprendesse certas coisas mais cedo, mas eu tive a minha infância DE VERDADE, eu não ficava o dia inteiro na frente do computador ou no shoppping, como vááárias crianças de hoje e até hoje eu me surpreendo com umas descobertas meio... infantis, mas eu verdadeiramente acho triste o rumo que tudo vai tomando...

Beeijos ;*

SIMEI disse...

Aline:

Sabe quem ela entrevistou ontem no GNT? A magnífica Angélica!! (rs)

Tem mais duas figuras que me irrita: O Faustão, ele faz a pergunta e arruma um falatório já induzindo e entrevistado dar resposta dentro de suas conveniências. O entrevistado do Datena basta dizer: sim ou não! Ele já fez a pergunta e já deu a resposta...

Parabéns

Abs.

Jullyane disse...

As crianças passam a ver sexo muito cedo, perdem a infância, só querem saber de orkut e de imitarem os adultos, perdem toda a infância... É uma pena que isso aconteça mesmo!

Beeeijos

Marcus disse...

é o mundo está mudando... crianças não fazem mais coisas de crianças!
=/

Macaco Mizaru disse...

Hey Aline!

Olha, não sei viu... A mente humana é complexa demais e, sinceramente, acho que o "doutor" foi, no mínimo, inconsequente ao fazer uma afirmação tão contundente assim.

Eu sou totalmente contra o excesso de maquiagem em crianças. Maquiagem e roupas mais "insinuantes" tem o objetivo de provocar os homens, logo não tem sentido uma criança usar[ponto]. Agora se isso influencia no aumento da pedofilia, sei lá... complicado, complicado.

Mas valeu a indicação do livro, tentarei ler, sério.


Desculpe o sumiço, o curso está me matando [e as festas tbm XD]. Mas não morri e prometo aparecer mais. Pra rir dos seus casos e ler algumas "besteiras"...

bjos


www.tresbananas.blogspot.com

Bianca disse...

Concordo Aline. Nós acabamos conquistando essa VELOCIDADE, e parece que temos que nos adequar a ela. Muitas meninas não aproveitam todas as fases como deviam, ou até mesmo, não sabem nem da existência dessas fases. É triste.

E obrigada pela dica do livro, vou procurar :)

Beijos

Moça do Fio disse...

Fico triste quando vejo crianças de salto alto, maquiagem, vestido justinho... Deus, o que é isso? Cadê a inocência, os vestidos rodados?

Foi um pouco doloroso ler teu post. Mas concordo plenamente com o que disse.


Beijos!!

PS: Saudade de ti.

Cadinho RoCo disse...

Agora o frio veio pra cá e com força.
Cadinho RoCo

Rodrigo Sonic disse...

Tá certo que não justifica, mas eu acho que está tendo uma aceleração hoje em dia com relação a infância.
Lembro que quando surgiu o grupo é o tchan e quando a carla perez, sheilas e etc,,, iam a programas com aqueles shortinhos, dançar, aconteceu uma cena na praia em Rio das Ostras, cidade onde moro. Era época de carnaval e o locutor que animava a praia chamou diversas crianças ao palco todas com shortinhos e algumas com biquini crianças de 5,6, 10 anos mais ou menos e fizeram tipo um concruso de dança pra evr quem melhor imitava a carla perez. Eu achei aquilo um absurdo, apesar de todos acharem graça e tirarem fotos e ficarem falando ai que gracinha e tal. Eu acho que essas certas normalidades, esses "não tem nada a vê" que a mídia de hoje em dia vende em seus veículos, contibuiu em muito pra esses lamentáveis acontecimentos com atos de pedofilia. As meninas de hoje em dia, não brincam mais de boneca, não brincam na rua de amarelinha, pique bandeira, pique tá, entre outros. Hoje em dia vemos meninas de 5 anos procupas com cabelo,roupa, maquiagem e querendo ser igual as modelos e artistas que a televisão pinta como maravilhosas. Lamentável.
Parabéns pela iniciativa desse blog e creio que esse tema que voce abordou é de suma importância de ser abordado para que os pais revejam seus conceitos e pensem bem no tipo de psicológico que estão implantando nos seus filhos.
Uma excelente semana pra voce

Pedro Alexandre disse...

Sei que o que trago para este comentário não se coaduna com o propósito do texto, mas algures li um comentário seu em relação a Portugal e aos portugueses e confesso que fiquei intrigado e até mesmo chocado com a forma depreciativa como vocês olham os portugueses e o seu país. Na verdade, gostava de saber quais as razões para tal desprezo…

GrandeR@O disse...

realmente a infancia ta acabando muito cedo, vejo minhas primas ainda são crianças enquanto as amigas delas nem de boneca brincam mais, muito ruim isso, eu aproveitei tanto a minha infancia até de mais fui além do limite, mais sou saudavel hj hehehe.
Enfim Adorei o post não é desculpa, mas ajuda a piorar a situação

Gabriela Castro disse...

Eu também concordo que as crianças de hoje são adultos em miniatura. Isso é absurdo! Criança tem que usar tênis, brincar na terra e tomar sorvete. Mas como já foi dito, isso não justifica o ato dos pedófilos.
beijão

ChulapA disse...

apoiada
=)
como sempr neh
rs
bjs

Idylla disse...

Eu concordo plenamento c seu post s bem q a pedofilia n tem e pessoas q comentem esse ato são uns monstrosssssssssssssssssssssss......
mas as crianças hj em dia estão muito precocesss!!!

Beijosss ;**

caurosa disse...

Pois é minha cara amiga Aline, para mim a vocação da Marília é ser "entrevistadora" e só(além de ter "papado" o Gianecchini). Este país é criminoso porque abandonou as suas crianças, não as educa, não as vacina, estão morrendo de subnutrição e não lhes dá segurança para crescerem com dignidade.

Paz e harmonia em sua vida.

Forte abraço

Caurosa

Ágatha Alves disse...

Pior que é verdade...
vejo como exemplo aqui onde moro
meninas de 10 11 anos já brincando de namorar, eu nessa idade estava aproveitando no maximo
para brincar e fazer coisas que agora já n posso mais
tentei preserva minha inocência até onde pude agora com 16 já não da mais.
Mas claro que isso n justifica a nojera que é a pedofilia, mas acaba até fazendo sentido
e hoje em dia a pedofilia está muito mais presente do que imaginamos.

ei fofa ganhou mais uma leitora

Keel Diniz disse...

Vc sumiuu.. vê se aparece..uhihih
bjoo
^^

Manu M. disse...

Oii!
Te achei no blog de outra menina!
Achei super interessante seus posts!
E eu concordo totalmente com tudo que você disse, hoje em adia as crinças parecem mini adultos, principalmente as meninas, e o incrível é que a sociedade acha o máximo!
Gostei muito do seu post mesmo, estou acompanhando ele direto! ;D
Beijos

A.S. disse...

Aline...

Este teu texto merece que todos reflitamos sobre ele.
Hoje vive-se a um ritmo avassalador, tudo acontece muito rapidamente e, necessariamente, ao nivel comportamental, as situações são muito mais gravosas!


Beijos meus...

Minuto do Intervalo disse...

Muito bom o seu post, como sempre!

É de nos fazer pensar, realmente. Pedofilia não tem justificativa, mas tem sim explicação. Concordo com a erotização da infÂncia.


Parabéns pelo post!

Beijos

Leandro disse...

Ok, isso pode ser um dos motivos, não é o principal. O que dizer de um pedófilo que abusa de bebês? Só podem ser doentes. Não existe maquiagem e nem roupa igual da mamãe certa.
Beijão

Aline disse...

PEDRO ALEXANDRE,

Não sei do que você está falando e nem me interessa, pois se você vive, pelo menos, no planeta Terra sabe que existem muitas piadas e brincadeiras com os portugueses. É muita falta do que fazer você achar uma ofensa nessas coisas e mais ainda vir me questionar sobre isso.

Não tenho preconceito contra nada e nem ninguém. Se você não tem senso de humor não é culpa minha.

E, por favor, na próxima vez identifique-se melhor ou deixe um meio de contato porque eu me recuso a ficar discutindo nos comentários do meu blog. Esse não é meu intuito por aqui.

Tudo de bom pra você e passar bem!

Dalleck disse...

Hoje em dia dá pra ver no ultra-som os bebês falando no celular...

ps: Aline, me ensina a ter tantos leitores! Quando eu crescer quero ser igual a você =P

adenilson disse...

toda ação tm uma reação né...
as mães acham lindo as fihas makiadas.
d sainha..
e tal . .
e as ciranças acham q estão arrasando..
corações...
e nem imaginam que pode haver um homem bm mais velho q pode arrasar com todo um psicológico e uma vida...

bom...paciencia..
quem teve infãncia e sobre aproveitar brincando .... etal...parabens..caso contrario
=/

puz num sei o nome do mediko
nem tv a cabo tem aki
kkkkkkkkkkkkkkk


um abraço
adorei o post.
mais sucesso
e ótimo feriado prolongado com
293Km de trânsito ¬¬
hehe . .
e claro tá convidad a ver as atualizações insanas do:
www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

Mari :) disse...

eu não vi a entrevista, mas adoro ela. E particularmente concordo com isso e com o que você falou. As pessoas são muito precoces hoje em dia...

Kenia Chan disse...

Aline ví ai que vc me linka, eu mudei o endereço do meu blog. agora é keniachan.blogspot.com tem que alterar ai porque vou apagar o outro endereço logo logo! Beijos! Bom feriado! vc deve ta se divertindo porque se blog ta paradão!

Blog do FejauM disse...

Banalização perante meus olhos faz com que cada vez mais eu me amedontre...e tente tomar coragem para ir a padaria perto de casa, pois até isso se tornou perigoso demais...


Belo post...=D prazer em conher-te..

Carla P.S. disse...

Só um comentário..Se ele for psiquiatra, necessariamente será Médico!!
Não vi, mas concordo que ela é talentosa..
Beijos, e um cafezinho.

Ryan disse...

Bom, eu ando batendo na tecla que uma das principais culpadas pelo desaparecimento da infância é a globalização junto a evolução tecnológica! Muita informação e em alta velocidade disponível a todos e em todos os meios de comunicação! A identidade da infantil está se perdendo cada vez mais... Antigamente, remetia-se a infancia com figuras e brincadeiras como pique-esconde, queimada, pular corda, etc etc etc... Hoje isso não existe mais. Que cara tem a infância? Qual é a cara das nossas crianças?

Faz parte da evolução da sociedade?
Hugs

Naty Abacaty disse...

Minha querida, é mesmo um absurdo não ter infância. Eu morro de saudades da minha! Se pudesse, não teria deixado ela ir. Mas ainda faço o que posso para tê-la de vez em quando.

Obg pela força, big beijos.

*Lusinha* disse...

E eu junto um pouco ai da falta de preocupação e educação real dos pais hoje em dia.
Para compensar a ausência que o emprego traz hoje - também da mulher - os pais tem mais dificuldade em dizer não para os seus filhos e vão dando liberdade demais...
Acho normal uma criança ter vontade de passar maquiagem, por exemplo. Eu tinha também. A diferença de não terem me visto na rua de maquiagem tão nova foi minha mãe e meu pai não deixarem.
Bjitos!

Silas disse...

É importante ser criança, mas desde criança já aprendemos a ser adulto, por que se não, quando iremos ser adultos???
A verdade é que dizem que o trabalho infantil, é ilegal, mas ele acontece.
Dizem que a pedofilia e o aliciamento de menores para o mundo do sexo e das drogas é ilegal, mas ele todo o dia acontece. E a cada dia consegue mais menores.
E aí???

C. disse...

Aline, em breve, mas muito em breve mesmo, veremos crianças entre seus 12 e 16 anos querendo fazer cirurgia plástica, lipoaspiração, e muito mais.

As crianças hoje não tem mais a mesma inocência e a mesma pureza que existia há uns anos atrás. Vejo que as crianças não se parecem mais com a criança que eu fui.

Os fatores dessa mudança são vários, incluindo aí a própria evolução natural. Com o passar do tempo tudo muda, a sociedade muda e não seria diferente com os pequenos também. Porém, ao meu ver, ao invés de evoluir para algo bom, a infância está cada vez mais deixando de existir, isso sim.

Assino embaixo tudo que vc disse!

Giovani Iemini disse...

hahaha, marília gabriela é tão inteligente quanto uma ostra. o que ela tem de bom são dois olhos azuis que ficam bem diante das câmeras. e só.

é engraçado gente burra achando outras pessoas burras inteligentes. hahaha.

www.sualista.com.br disse...

www.sualista.com.br